sábado, 15 de março de 2008

D'us descançou no sétimo dia?

D'us descançou no sétimo dia?





No relato bíblico da Criação diz que D'us repousou no sétimo dia. "Tendo D'us terminado no sétimo dia a obra que tinha feito, descansou do seu trabalho. Ele abeçoou o sétimo dia e o consagrou, porque nesse dia repousara de toda a obra da criação." (Gênesis 2: 2 e3). O que significa esse repouso atribuído à D'us?

Pelo que concebo, D'us é o Ser necessário, eterno e imutável. Nenhum mudança pode ocorrer em seu Ser. Ele é puro ato, nunca deixa de agir no Universo. Se caso cessasse de agir (repouso) implicaria numa contradição.

Maimônides cita no 'Guia dos Perplexos' uma passagem do Bereshit Rabbá, no qual os doutores da Lei dizem: 'Ao sétimo dia fez descansar o seu universo, ou seja, a criação se deteve naquele dia' O que isto significa? O Maimonides explica: "Que D'us fez permanecer o mundo como estava no sétimo dia. O que aconteceu em cada um dos seis dias sucederam-se feitos fora da natureza, como está estabelecido e existe agora em todo o mundo. Mas no sétimo dia tudo se consolidou e tomou a atual estabilidade. Em outras palavras: sobrevieram acontecimentos extraordinários."
A Bíblia conta o relato da criação segundo o referencial humano da época, com respectiva linguagem e conhecimento. Antes de a Terra chegar a tal estágio, quando surgiu ao homem, sofreu várias transformações que, aos olhos do homem, na referida ocasião, pareciam ser eventos extraordinários que não estavam de acordo com as Leis da Natureza. Mas esta impressão se deve a falta de conhecimento dos fenômenos naturais e que, na visão dos leigos, parecem sobrenaturais. O que o escritor da Bíblia nos quis dizer quando "D'us descansou" foi que a Terra chegou a forma de agora, a estabilidade, ou seja, um "descanço" na natureza criada por D'us. Resumindo: "Descanço" = "estabilidade".

Nos primórdios da Terra, cerca de 4 bilhões de anos, era um verdadeiro "caldeirão", ações vulcânicas fortíssimas, sem uma atmosfera favorável a vida como a nossa. Conforme o resfriamento da Terra, começou a aparecer uma estabilidade aparente nos acontecimentos naturais em nosso planeta favoreceram ao surgimento e a evolução da vida. O nosso planeta sofre mudanças que não comprometem a existência da vida, como movimento dos continentes, ações vulcânicas, entre outras. Mas que estão presentes.

A ação de D'us é ininterrupta. É imanente. O que parece um descanço na visão humana, na realidade é uma estabelidade nos acontecimentos naturais.

2 comentários:

IntraPsíquica disse...

Pois é,meu querido...ainda hj estudamos a Gênese justamente esta questão do processo evolucionista,surgimento da Terra,adaptações,períodos e primeiras criaturas.
E a questão dos "7 dias" de novo mostra a necessidade de se sentir os Evangelhos e não levá-lo ao pé da letra.

Milhões de anos foram precisos para a formação da Terra sem vida alguma entre gases e ausência da luz do Sol,oxigênio até que fosse possível de haver a vida.
A reflexão que ofereceste é pertinente;nunca paramos,nosso planeta,sistema,universo não pára.
Fico a refletir se os planetas de nosso sistema também não serão,futuramente(beeeeem futuramente.rs)outro planeta Terra;pois as eras que passamos;são bem parecidas com outros planetas.

Acredito nisto sim.É evidência demais para ser ignorada.
E vamos analisando...

khezia disse...

D-us nunca descansou porque nunca se "cansou" ou se cansa...O descanso sabático se refere ao descanso das obras...ou seja D-us criou o Universo e essas obras foram "acabadas" no sétimo dia...o sete é um número relacionado sempre a perfeição divina...num dia perfeito D-us criou todas as coisas...inclusive o espaço-tempo..e calculou todas as probabilidades ...isso significa que E-le sabe exatamente com toda a certeza a "finalidade última" de toda a obra que fez....portanto D-us permanece numa espécie de Shabat Eterno...quem não entrou no Shabat fomos nós...porque a finalidade da nossa existência..o cume da nossa evolução enquanto seres..ainda não se concretizou..quer dizer..estamos caminhando para concretizarmos o projeto divino como tudo no Universo...o shabat foi instituido para que o homem pudesse ter um dia de descanso...e para se lembrar da obra de D-us....
assim como ele nunca descansou..e nunca esteve inativo...se estamos dormindo nosso cérebro continua funcionando..então...imagine D-us? ele tb jamais...se irou e muito menos se arrependeu e tb não tem mão direita e nem pé...etc..Isso são figuras que muitos tomam ao pé da letra...